Diário de uma loja virtual

Quando lancei minha loja virtual, tinha três intenções:

– Dar vazão às peças que estava sempre criando; As pessoas elogiavam, já dei muito presente artesanal;

– Trabalhar com algo que realmente me dá muito prazer;

– Claro, começar meu próprio negócio, complementar a renda, e, quem sabe, no futuro, me dedicar somente a ele.

Na Chica Bacana vendo produtos feitos por mim e por outros artesãos. Seleciono as peças com muito cuidado. Tenho uma amiga que fala: você vira tudo pelo avesso (literalmente). É verdade, sou realmente fã de quem é cuidadoso com o acabamento – esse é o diferencial no trabalho artesanal!

Tomada a decisão, seguem alguma dicas de quem já percorreu esse caminho!

1. Qual o conceito da loja?

– Queria algo vibrante, com cores fortes, mas que não cansasse o visitante;

– Fundamental que tivesse um aspecto profissional e uma identidade. Além de proporcionar facilidade de navegação ao visitante e despertasse interesse em ir mais fundo, clicar mais e mais – há muito artesanato sendo vendido via Internet, a concorrência é pesada – a diferenciação no serviço é fundamental;

– Como seriam vendidos produtos artesanais, era necessário que o logotipo, o nome, o conceito em si não se desviassem desse fim.

2. Que nome escolher?

Foram mais de 50 nomes no brainstorm. Contei com a ajuda de minha irmã que é uma craque do marketing. Chegamos ao Chica Bacana – um nome de fácil assimilação, de fácil compreensão também para quem não é brasileiro, além do próprio nome fazer menção a uma coisa boa, legal, bacana.

3. Qual o logotipo?

Nesse momento fiz muitas experimentações, até chegar em numa flor que refletia com exatidão o conceito idealizado por mim. Cores fortes, femininas e inesperadamente combinadas: laranja, pink, lilás e verde lima.

 

4. Que solução contratar?

Você pode optar por contratar um web design para fazer um site totalmente customizável. Essa é uma solução boa, mas cara e com um prazo maior de concretização.

Há muitas boas soluções de loja virtual já prontas no mercado. Pesquise as vantagens e desvantagens de cada uma. Pergunte, solicite um prazo para teste e teste exaustivamente. Algumas dicas:

– Algumas empresas que vendem essas soluções exigem que você tenha uma empresa legalmente constituída. Eu optei por esse caminho;

– Verifique o que é customizável e o que não é. Teste também o painel de controle. Tem que ser amigável e funcional;

– Cheque que formas de pagamento poderá utilizar e se a solução contratada é compatível. Nenhuma loja virtual terá sucesso sem facilidades de pagamento. Caso não deseje firmar contrato com as operadoras de cartão, opte por soluções como o PagSeguro. Eu uso e acho excelente;

– Verifique se há como receber mensagens de clientes, solicitação de aviso de disponibilidade de produtos, coisas assim;

– Cheque como é exibido o seu produto: tamanho das fotos, como aparece o preço, se há como colocar produtos em destaque. lançamento, etc;

– Se certifique de que há controle de estoque. Isso vai facilitar em muito sua vida;

– Item importantíssimo: cálculo do frete. A solução deverá possibilitar o uso da tabela dos correios e ter campo para cadastrar o peso e o volume do produto, para que o cálculo seja feito corretamente. Ah! Verifique também se há possibilidade de definir um frete fixo;

Algumas soluções fornecem opção de chat on line. É bem interessante se você tem tempo e disponibilidade.

5. Como expor os produtos?

– Lembre-se que quem compra pela Internet, compra a imagem do produto. É fundamental que haja foto de boa qualidade, que permita ao cliente em potencial ter uma exata noção do que está comprando. Não é necessário que você seja um exímio fotógrafo – compre uma câmera de boa qualidade e pense na possibilidade de fazer um curso rápido de fotografia e montar um mini-estudio em casa. É muito mais barato do que você imagina. Veja esse exemplo de mini-estúdio já pronto: está à venda aqui por R$ 120,00.

– A descrição deve ser fiel ao produto e considero importante informar as medidas. Seja objetivo e honesto – assim o cliente adquirirá confiança na loja e voltará.

6. Como divulgar minha loja?

– Apesar da Internet não ser novidade, o comércio eletrônico, principalmente para pequenas empresas ainda não alcançou a maturidade. O marketing na rede ainda tem muito de experimental, logo, seja paciente. A menos que você dê uma sorte muito grande ou tenha muito dinheiro para investir, você irá ver o movimento de sua loja crescer aos poucos;

– É importante se cadastrar nos sites de busca e, se puder investir em campanhas como o Google Addwords, faça. Porém, analise bem as palavras que usará como etiquetas, de forma a aumentar a efetividade dessa ferramenta;

– Há vários sites, blogs na sua área de interesse que oferecem a opção de colocar banners com links patrocinados (ganham comissão por cada compra efetuada a partir do clique no banner). Requer um trabalho de pesquisa criteriosa, contatos via e-mail, enfim: tempo!;

– Plote seu carro. É um outdoor ambulante. Pode funcionar apenas para a sua cidade, mas já é um ganho. Lembre-se de verificar eventuais taxas a serem pagas à prefeitura!;

– Faça adesivos de carro e peça aos amigos (não seja mala, por favor! Nem peça para quem não tem intimidade e não gosta desse tipo de propaganda) para colocarem nos carros deles;

Faça camisetas bonitas, transadas com a sua marca. Use, mande para seus melhores clientes, doe a pessoas que saiba que a usarão. Elas farão a sua propaganda de graça!;

– Se tiver como bancar, anuncie em rádio, jornais, revistas. Patrocine eventos onde a sua marca possa ficar exposta – seja criterioso na hora de escolher o que patrocinar!

Espero ter contribuído para o seu sucesso. Mas, tudo isso só terá efeito se você for atencioso e rápido. Lembre-se: quem compra via Internet quer um bom serviço e muita agilidade. Responda rapidamente às mensagens dos clientes e envie os produtos com a maior rapidez possível.

Tags: , , , , ,

7 Respostas to “Diário de uma loja virtual”

  1. Loja virtual de bijuteiras Says:

    Olá chicabacana, muito legal o seu post, me identifiquei muito com ele.
    Vi alguns conceitos bacanas que levei em conta quando montei minha loja virtual para venda das bijuterias artesanais. Ah, quem saiba não fazemos alguma parceria!

    Abraços.

  2. anaclaudiamattos Says:

    Que bom! Volte sempre!

  3. Naty Torreão Says:

    Mãezinha do coração,

    Talentosa e cuidadosa …
    Tenho certeza que o seu novo projeto vai ser um grande sucesso…!

    Torço por você!

    Tudo feito com muito Bom-Gosto! (essa é a palavra-chave).

    =*
    Grande Beijo

  4. Sandra Otsuca Says:

    Ana Claudia,

    Muito legal suas dicas adorei!!!!!

  5. anaclaudiamattos Says:

    Obrigada Sandra! Visitei sua loja e adorei os chinelos!
    Volte sempre!

  6. Kite Póvoas Says:

    Ana,

    A sua Chica Bacana está bem de acordo com o nome, muito bacana mesmo! O site está lindo!

    Que você a leve pelo mundo afora…

    Parabéns e SUCESSO!
    Bjs :o)

  7. anaclaudiamattos Says:

    Valeu Kite! Obrigada pelo incentivo!
    Bjo grande.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: